De capacete vermelho e pelos branquinhos

Tretando com todos, voltou o anãozinho ♫

Resultado de imagem para aqworlds brasil rexxp

Ok, eu preciso admitir que essa introdução foi a mais cringe que eu já fiz desde que entrei no blog em 2013, e olha que eu fiz muitas introduções zoadas. Estranhamente, fazem seis anos desde meu último post aqui, mas a sensação de ”estar em casa” não mudou. Se quiserem saber a razão de eu ter aparecido por aqui ou se não me conheciam, this is your only chance!

Primeiramente, gostaria de me apresentar aos novos jogadores – ou aos mais antigos que pararam de jogar/saíram do blog antes de eu entrar. Me chamo Guilherme, atualmente tenho 20 anos e jogo lol o dia todo faço faculdade de Ciências Sociais sim eu sei o esteriótipo que recai sobre mim. Fui moderador do blog durante o período que vai do começo de 2013 até metade de 2014, quando saí pelo desânimo com o jogo – que na minha visão decaiu ao fim da Chaos Saga – e consequentemente com o blog, uma vez que é muito difícil manter a vontade de escrever sobre algo que você já não gosta mais.

Quando entrei no blog, estava no auge dos meus 14 anos e achava que sabia de absolutamente tudo. Se pegarem meus primeiros posts, vão ver que eu não sabia na verdade de nada, e inclusive devo meus primeiros agradecimentos ao Deller, pois é indiscutível que eu não tinha o mínimo de noção de estar no blog mas ele deu um voto de confiança, e assim se iniciou a saga do anão maluco. Apesar disso, é muito claro a minha evolução dentro do blog, pois eu estava fazendo o que eu gostava sobre algo que eu gostava, então todo dia me empenhava para melhorar e trazer posts com mais qualidade e conteúdo, o que na época era extremamente gratificante para mim.

Olhando pra trás (e acreditem, eu já olhei muitas vezes no decorrer desses anos), me batia uma nostalgia de estar no blog, de postar todo dia coisas novas, de me divertir com os comentários. Não tinha a ver com os números do blog, mas era uma espécie de ”aura” que estar aqui transmitia que me motivava a postar – e se verem, saí do blog com 540 e alguns posts, e a única coisa que me mantinha aqui era o entusiasmo que o blog me gerava, a interação com quem lia meus posts, tudo isso pelo pouco que fosse me gerava um ânimo incrível de continuar fazendo.

Entretanto, eu também tinha uma péssima fama por aqui, como o próprio sub-título já indica. Acho que em média eu briguei com uns 5-6 moderadores da minha época, se não mais, e não me orgulho nem um pouco. Na época meu pavio era muito curto e qualquer coisinha que me incomodasse eu já ficava reclamando da pessoa, falava que eu poderia fazer um trabalho melhor, e não consigo contar o quanto de vezes o Deller reclamou comigo pra eu maneirar. Bom, acredito que eu mudei isso nem que um pouco, tanto que alguns dos ex-moderadores com quem briguei eu recuperei a amizade após sair do blog.

Quando eu saí do blog, lembro que foi uma decisão bem difícil de se tomar, pois apesar de ainda ter tempo livre eu simplesmente não tinha mais tanta vontade de jogar AQW, quem diria postar sobre o jogo. Além disso, eu era o único realmente ativo na minha época, e isso fazia com que eu me cobrasse bastante em melhorar a qualidade e a quantidade dos posts, e isso na mente de uma criança de 14 anos era algo meio pesado.

Todavia, eu não me arrependo um único dia por tudo que aconteceu comigo durante minha trajetória por aqui. Se não fosse o blog, meu inglês ainda seria péssimo, porém no desenvolver das traduções de design notes (vou admitir, eu pegava uma colinha do tradutor às vezes) eu fui aprimorando ele e – apesar de ainda não ser perfeito – já é bom o bastante pra eu conseguir ler meus livros, que em sua maioria são em inglês. Não fosse o blog, eu não teria aprimorado minha escrita, que no começo era horrível e tinha diversos vícios de linguagem e erros grotescos que fui melhorando no decorrer das postagens – o que era acentuado nos meus contos, que se verem o primeiro que fiz e o último dá pra notar a gritante diferença entre eles. Por fim, eu não teria feito diversos amigos que tenho até hoje se não fosse o blog e principalmente o chat, que apesar de ser uma espécie de universo paralelo dentro do blog – quem viveu sabe – me rendeu diversas amizades e muitas risadas.

Atualmente, minha visão do AQW é bastante trágica. Quando eu parei definitivamente, a saga principal do jogo – The Thirteen Lords of Chaos – havia acabado e a AE buscou explorar uma nova saga baseada na criadora de Drakath, a chamada ”Rainha de Todos os Monstros”. Eu tentei jogar alguns eventos dessa saga, porém eram massivos, chatos e meio que tapa-buracos, deixando muito a desejar se compararmos com a saga do Drakath, que até hoje é uma das minhas favoritas de todos os jogos. Depois de ter parado, acompanhei pelo twitter de alguns amigos que jogavam e as vezes entrava no jogo, e o que pude constatar é que atualmente a AE faz eventos que em sua maioria são ruins e colocam seu foco total em itens raros, que por alguma razão os jogadores que ainda jogam vão atrás – e pior, geralmente esses raros são recriações de itens já existentes e que foram criados por Dage e Nulgath/Miltonius, o que me faz ficar ainda mais com um pé atrás de tentar jogar isso pra valer novamente.

Apesar de não jogar mais AQW – só entro algumas vezes durante o ano – eu ainda não larguei desse entusiasmo por jogos. Atualmente, eu jogo bastante Warframe na plataforma Xbox One, onde minha gamertag é Tio Guii, e League of Legends – onde meu nick é Surfistaliyah, e é curioso lembrar que na época que eu era do blog era quase um consenso entre todos que lol era um jogo ruim, e hoje a grande maioria joga. Também sou relativamente ativo no twitter e ainda falo um bocado de besteiras lá, mas juro que sou gente boa e que não vou dropar suas rankeds caso joguem comigo.

Eu sei que esse post foi relativamente grandinho, mas saibam que eu fiquei feliz por cada palavra que escrevi, e gostaria de agradecer a todos que ainda visitam o blog e que – assim como eu – compartilham desse gosto pelo nostálgico. Agradeço também ao Pakuuto – que eu só fui conhecer há algumas semanas, já que quando entrei ele já havia saído há alguns anos – pela iniciativa de ”reviver” o blog e por me permitir fazer esse post, a sensação de ”homecoming” é surreal.

Quero que que foi um prazer imenso ter sido membro e mod desse blog durante o tempo que fiquei, tive muitas experiências únicas fazendo parte desse meio e com toda certeza lembro e vou lembrar pra todo o sempre. Caso alguém deseje no futuro reviver o blog de forma definitiva e postar sobre o jogo, eu desejo um sincero boa sorte e confie no seu potencial, pois – apesar da minha opinião sobre o jogo – há muitos jogadores que adorariam que o AQWorlds Brasil retornasse ao seu auge.

See you all,
Guii

9 Responses to De capacete vermelho e pelos branquinhos

  1. Pakuuto says:

    Guilherme, só estamos nos conhecendo agora, mas fico muito feliz em saber que o blog teve pessoas tão legais assim na equipe! Obrigado pelo seu trabalho! Abraços!

  2. Dragico says:

    É sempre bom relembrar todos esses momentos!

  3. Gabriel Cruz says:

    Tempos de ouro do AQW… </3

  4. Ygor says:

    Esqueceu de citar a sempre lembrada Lucyf.

  5. Fire says:

    Warframe é mt bom msm, meio que arranjei uma comunidade la que me lembrava muito as epocas daqui.. Os jogadores são mt gente boa

    • Guii says:

      Same, eu achei um clã lá quando mudei de servidor pro gringo – por que no xbox a comunidade br é pouca dentro do server br – que os caras eram super gente boa, até me arrumaram um boost pra upar coisas, é uma comunidade incrível apesar de o chat region as vezes ser meio escroto

  6. Apessoado(Pedro O. Estevam) says:

    Te amo, Guii <3

  7. chatuba de mesquita says:

    Cai aqui de paraquedas e fiquei fiquei maravilhado com esse post, por mt tempo AQW foi meu jogo favorito, em meados de 2013 eu madrugava jogando esse joguinho feito no paint kkk, mas era uma sensação incrível. Cada saga, cada evento e claro cada item farmado. Mesmo depois de muito tempo sem joga AQW, eu decidi retornar apos longos 4 anos de jogo. Entrei e me senti como a criança de 2013 quando teve seu primeiro contato com o jogo em si, eu fui em cada join que eu mais gostava, matei bosses antigos e vaguei pelas sagas já concluídas. Mas sinceramente não consigo mais jogar, o jogo caiu na mesmice, como vc disse no post, os itens raros agora são itens baseados em itens já existentes no jogo……. O velho novo item. Um dia esse jogo acabara e nesse dia eu sinto que pra mim, sera como se uma parte da minha infância tivesse morrido. Foi um ótimo post amigo.

Partilhe sua opinião conosco!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: